Convento(s) da Rainha Santa



O Mosteiro de Santa Clara-a-Velha foi fundado por Dona Mor Dias em 1283, e entregue às freiras Clarissas pouco tempo depois. A Rainha Santa Isabel interessou-se pelo convento, entretanto extinto, e mandou construir uma nova igreja em estilo gótico, consagrada em 1330.

Localiza-se na margem esquerda do rio Mondego em Coimbra e foi marcado, ao longo dos tempos, por sucessivas inundações provocadas pelas cheias.
A difícil convivência com as águas e a deterioração das condições de habitabilidade levaram à construção, por iniciativa de D. João IV, de um novo edifício - o Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, que pode ver-se em cima.

O beijo dos apaixonados

Há mais que muitos anos, desde criança, que me lembro de ver estes bonequinhos, por altura das festas de S. Mateus, na mesma montra de sempre. Uma memória de infância que é sempre revivida por essa altura, para deliciar a olhar nesta montra duma loja "histórica". 


O bonequinho anda à roda, à roda, sempre à roda, enquanto a bonequinha espera pelos seus beijos. Um pouco como na vida...

O bonequinho beija e segue. E continua às voltas. Soma e segue. Como nas voltas que a vida dá...

Guardar só o que é bom de guardar

Snoopy nos seus verdes anos

Snoopy, recém chegado  (Fevereiro 2011 com 2 meses)

Ah, vida de cão! (Agosto 2011, 8 meses)
 

Guardador de galinhas (Janeiro 2012)


Água? aqui vou eu!... (Agosto 2012)



Imitando as galinhas no choco (Junho 2013)


 Estamos cansados! (Junho 2013)



“As raposas têm as suas tocas e as aves do céu têm seus ninhos" (Mt 8, 20) ... e até o Snoopy sabe muito bem onde dar o seu mergulho... (Novembro 2013)

Brincadeiras na água


Companheiro de caminhadas (Fevereiro 2014)


O que é isto? Granizo na Primavera? oh! (Março 2014)



Apreciando a Natureza (Maio 2014)


E mais um mergulho! (Maio 2015)



 Hora da sesta (Julho 2015)

Água, fonte de vida (Março 2018)



Sonatas em tons da noite

Abre as asas, toma vento

Aviso amarelo

casaco de peles

Leque bordado

A Mari posa





Gabinetes de empreendedorismo

quando uma põe e outra dispõe...

quem disse que um saleiro é para conter sal?

segunda remessa

outra empresa

empresa pronta a cruzar horizontes
.
 segunda fornada

síndroma ninho vazio

Um autocolante


 saltitando
trepando
na vegetação verde
Uma rela
camuflada vai ela